Select your language

 

headEuroazjaAm Portug 8

 

COMUNICADO DE IMPRENSA

PRESS 0Brasil, 18 de noviembre de 2020

Hoje fazem 100 anos de legalização do aborto no mundo

 Este triste aniversário deve levar-nos a uma reflexão séria, e a nós, crentes, a uma oração expiatória pela sangue derramado. Como nos informou o Arcebispo Tomasz Peta, a Igreja Católica no Cazaquistão estará em oração em todos
paróquias da capital diocese de Astana no domingo, 22 de novembro, festa de Cristo Rei. A Igreja Católica na Rússia empreende uma oração semelhante.

Na Bielo-Rússia, a oração expiatória será realizada em várias paróquias de todas as dioceses, sucessivamente a partir das 18h00 de 19 de novembro até as 9h00 de 21 de novembro.

Você também pode participar da oração, onde estiver. A Ucrânia e a Lituânia também participam. Eles vão rezar na Áustria e na França (Pe. Daniel Ange). Nos EUA, o HLI sede, com o presidente pe. Ramalhete. Mais informações ainda estão por vir.

A Polônia estava à frente de todos, porque a oração pelo pecado do aborto fluiu de 1 a 8 de novembro deste ano. como parte do Rosário às Fronteiras do Céu. Os demais países da Europa Central, como República Tcheca, Eslováquia,
Hungria, etc. também aderem. Em todos os lugares é uma iniciativa dos leigos, empreendida com o consentimento e em estreita colaboração cooperação dos bispos locais.

Encorajamos amigos de diferentes países a aderir a esta oração expiatória e organizá-la em casa , em cada paróquia, em todos países.

 Nos dias 19, 20 e 21 devemos nos unir em orações para o término do aborto no mundo. Pois são 100 anos desde a aprovação do aborto na Rússia. Daí para outros países o aborto foi ceifando vidas de mais de 67 milhões de crianças, no ventre materno.

Sou representante deste grupo Vida Humana Internacional, no Brasil. Abraços Talmir.

We use cookies

We use cookies on our website. Some of them are essential for the operation of the site, while others help us to improve this site and the user experience (tracking cookies). You can decide for yourself whether you want to allow cookies or not. Please note that if you reject them, you may not be able to use all the functionalities of the site.